Sequeira


   

 

História

Espaço

 

ESPAÇO

   
 


O dia e o mês exacto da fundação da “Bijou das Avenidas” encontram-se perdidos na poeira do tempo. Hoje com base em antigas facturas, apenas se consegue estabelecer o ano de 1902 como o ano provável para a fundação da Bijou nas Avenidas Novas.

Nestes primeiros anos o estabelecimento terá funcionado como uma espécie de “Bazar” onde conviviam uma taberna, uma drogaria e uma mercearia, cada qual com uma porta independente. Pouco mais se sabe à cerca desta fase inicial do estabelecimento no entanto, em 1917 os fundadores já a teriam vendido aos irmãos Sequeira, uma vez que entre os documentos existentes, encontra-se uma licença de fabrico próprio de pastelaria emitida em nome de Sequeira&Sequeira.

Nesses primeiros tempos os bolos eram confeccionados utilizando um forno a lenha. Em 1945 a pastelaria muda de mãos tendo sido comprada por Armando Laureano Gonçalves que a manteve até 1979 altura em que a terceira geração de proprietários assume o controlo da Sequeira.

Em 1995 a nova sociedade requalificou o estabelecimento com obras profundas dotando a Sequeira de excelentes condições para produzir e servir produtos alimentares de elevada qualidade observando estritamente as mais apertadas regras de controlo alimentar.

 


Copyright © Pastelaria Sequeira All Rights Reserved

 

APOIO CONSUMIDOR

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução
Alternativa de Litígios de consumo através do Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa

Rua dos Douradores, 116, 2º andar 1100-207 Lisboa
+351 218 807 030 / +351 218 807 038 | juridico@centroarbitragemlisboa.pt

Mais informações em Portal do Consumidor
Lei 144/2015 de 8 de Setembro

LIVRO DE RECLAMAÇÕES ONLINE